Cleantech que possui solução para reuso e reciclagem de equipamentos eletroeletrônicos capta R$650 m



A startup Circular Brain, que atua como um ecossistema digital para gestão de ciclo de vida (reuso e reciclagem) de equipamentos eletroeletrônicos, recebeu recentemente um investimento de R$ 650 mil para impulsionar o crescimento da empresa nos próximos anos.


“Este investimento terá como foco principal a entrada da startup no mercado (Go2Market), pois a empresa passou o ano de 2020 trabalhando na estruturação do produto, após um período de operação do MVP no primeiro trimestre do ano”, contou Marcus Oliveira, fundador da Circular Brain, ao Startupi.


A cleantech foi fundada em dezembro de 2019 e surgiu como um spin-off do grupo Reciclo, recicladora de eletroeletrônicos com mais de 10 anos de mercado. Marcus explicou que a startup atua “centralizando informações que ocorrem em operações descentralizadas em todo o Brasil, através de um algoritmo de rastreabilidade exclusivo, que além de garantir toda a conformidade legal e ambiental, serve ainda como um lastro para um sistema de créditos de reciclagem”.


Sem revelar nomes, o empreendedor contou ainda que o valor de R$ 650 mil é referente a um investimento feito em dívida (Bridge Loan) pelos investidores pré-seed, a fim de evitar uma diluição adicional dos fundadores e manter um cap table alinhado com as futuras rodadas de investimento. “O investimento inicial recebido, foi de R$ 1 milhão realizado por uma empresa brasileira de tecnologia. Eles confiam muito no potencial exponencial do projeto e também disponibilizaram esta segunda rodada de capital para a startup”, ressaltou.


Sobre o período de MVP, que aconteceu ao mesmo tempo em que todas as empresas aprendiam a lidar com a pandemia, Marcus contou a principal lição aprendida. “O nosso produto tem que ser o melhor do mundo e para isto precisamos de um time competente e engajado com o propósito da empresa”. Ainda nessa linha de raciocínio, ele afirmou que manter a cultura da empresa a distância e manter todo mundo conectado foi o maior desafio. “Chegamos ao final deste processo muito bem-sucedidos, com um time ágil, colaborativo, engajado. Iniciamos 2021 focados na execução do nosso Planejamento Estratégico, com foco principal em Go2Market, e avanço do nosso produto. 2020 foi a preparação do lançamento deste foguete chamado Circular Brain”, acrescentou.


Prevent Waste Alliance


A Prevent Waste Alliance é uma iniciativa da Agência de Cooperação Internacional do Ministério de Desenvolvimento da Alemanha (GIZ – Deutsche Gesellschaft für Internationale Zusammenarbeit) criada em 2019. O objetivo do projeto, que une organizações do setor privado, academia, sociedade civil e instituições públicas em todo o mundo, é criar soluções para diminuir o impacto da poluição em nível global.

Recentemente, a Circular Brain é a única empresa brasileira participante no Grupo de Trabalho “Closing the E-Waste Cycles”. “Fomos selecionados para atuar como mecanismo de validação e geração de créditos de reciclagem, através da nossa tecnologia de rastreabilidade, em um projeto-piloto de processamento de plásticos originados dos resíduos de equipamentos eletrônicos operado por recicladores dentro do nosso ecossistema e com o apoio de uma das maiores gestoras destes resíduos de toda a Europa”, revelou o empreendedor.


Próximos passos

Segundo o empreendedor, “o tema ambiental ganhou uma importância ainda maior neste ano de 2020, o alinhamento da estratégia com o conceito ESG se tornou mandatório para as empresas que queiram acessar recursos tanto nacionais, quanto internacionais, pois ficou evidente quão negativo tem sido a nossa influência sobre o meio ambiente e o impacto negativo que isto tem causado em nossa sociedade. Aliado a isto o uso da tecnologia se tornou ainda mais necessário para podermos avançar nesta agenda de proteção ambiental.


Diante disso, Marcus ressaltou o trabalho da Circular Brain, através da tecnologia, para diminuir o impacto ambiental negativo causado pelo aumento do consumo de produtos eletrônicos tanto pela prevenção da poluição, quanto pela reinserção de recursos naturais na cadeia produtiva, diminuindo assim a necessidade de extração de recursos da natureza. “Sustentabilidade não é apenas um tema, mas sim o nosso Core Business”, destacou.


Atualmente, a cleantech está em fase de captação de uma rodada seed e tem avançado em conversas com fundos internacionais especializados em impacto e economia circular. Ele também revelou a previsão de faturamento para 2021: R$ 2 milhões. “Nosso produto vem sendo admirado tanto por clientes, quanto por importantes stakeholders internacionais, desde universidades e institutos de pesquisa, assim como grandes empresas do setor”.


Falando sobre internacionalização, ele disse que o foco inicial está no Brasil, por já conhecer o dia a dia, os desafios e todo o setor, mas que a solução criada pela startup atende muito bem todos os países em desenvolvimento. “Um dos princípios de cultura da Circular Brain diz o seguinte “Nosso cliente é o Mundo”, porque nós cuidamos do Planeta e por isso já nascemos globais”, afirmou. Em seguida, completou: “Já temos sido procurados por empresas em países como Equador, México, Colômbia, Índia, etc. Porém, tudo no seu tempo”, concluiu.


Publicado em: https://startupi.com.br/

1 view0 comments
Akurat Consultoria Empresarial
Rua Dr. Cesar, 1161 - Conj. 505
Santana- São Paulo - SP

mail: akurat@akurat.com​.br